fbpx

15 motivos para se contratar um arquiteto.

É comum encontrarmos pessoas construindo ou reformando por conta própria ou apenas com o auxilio de um pedreiro, pois, acreditam assim estarem economizando. Mal sabem elas quanta burocracia vão encontrar pela frente e quanto conhecimento técnico será necessário para que ocorra tudo perfeitamente, como sonhou! Ao realizar uma obra sem o devido estudo e planejamento, gera-se ambientes desorganizados, retrabalho, gastos não previstos e grande frustração por um resultado final inadequado! Acredite, o barato sai caro!

Não há nada melhor e mais seguro do que contratar um arquiteto capacitado para construir ou reformar com tranquilidade. E o custo benefício compensa muito!

Veja abaixo 15 motivos para você contratar um Arquiteto antes de iniciar sua Obra Nova ou Reforma:

  1. O investimento tem retorno garantido, pois o arquiteto consegue aliar estética e custo benefício com soluções adequadas ao orçamento do cliente.
  2. Ao contratar um arquiteto, você investirá de forma consciente naquilo que realmente quer construir ou reformar e o resultado final será exatamente o que planejou, isso evita frustrações na obra, pois o profissional consegue identificar aquilo que o cliente idealiza para sua obra.
  3. Uma obra feita sob a orientação de um arquiteto agrega muito valor ao imóvel já que o profissional projeta unindo técnica, criatividade, estética e funcionalidade, resultando em harmonia no acabamento final.
  4. O arquiteto projeta e organiza todos os espaços internos e externos de uma obra, de acordo com as necessidades do cliente e de forma que ocupe a melhor área em seu terreno.
  5. Em seu projeto, serão adotadas as melhores opções para conforto térmico e acústico, gerando bem estar nas pessoas que utilização a edificação. O arquiteto dimensionará as abertura de portas e janelas de acordo com a necessidade de cada ambiente e a estética desejada.
  6. O arquiteto definirá os espaços para circulação e fluxos com funcionalidade, afinal, todos precisamos de praticidade em nossas construções.
  7. O projeto de arquitetura irá adotar um linguagem de fácil compreensão pelos clientes e pela mão de obra, o que ajuda no entendimento global do que será realizado.
  8. Trabalhamos com uma ferramenta que faz modelagem 3D, fundamental para que o cliente consiga visualizar como ficará a sua obra antes de executá-la e decidir se gosta ou não gosta da proposta apresentada, possibilitando uma clara compreensão do projeto.
  9. O acompanhamento de execução gera economia na obra, pois o arquiteto orienta como deve ser realizado o serviço da melhor forma possível, evitando assim retrabalhos e gastos adicionais.
  10. Através de projetos executivos, o profissional pode detalhar e solucionar todos os acabamentos de uma edificação, desde pontos elétricos, pontos hidráulicos, projeto de iluminação, projeto de paginação de pisos e acabamentos, projeto de tampos, projeto de gesso, projeto de mobiliários e no que mais o cliente sentir necessidade.
  11. O arquiteto faz a coordenação de todos os projetos complementares, como os estruturais, elétricos, hidráulicos, bombeiro ou outros de particularidade de cada construção.
  12. Conhecendo as especificações dos materiais de construção, o arquiteto te ajuda na compra de materiais e até mesmo na contratação de prestadores de serviço. O profissional também poderá fazer uma quantificação de materiais utilizados, para que você não corra o risco de comprar material a mais ou a menos.
  13. Para se construir ou reformar, é necessário um alvará da prefeitura, e o arquiteto cuida de toda parte burocrática para que você não tenha dores de cabeça com os órgão de fiscalização.
  14. Se engana quem acredita que os trabalhos do arquiteto se encerram com o término da obra, é nesta hora que ele dará baixa na RRT (Registro de Responsabilidade Técnica) e na Caderneta de Obras, onde constam anotações periódicas sobre a construção ou a reforma. É nesta hora também que o arquiteto auxiliará o cliente como requerer a vistoria do “habite-se” (documento essencial para legalização do estabelecimento) e na retirada do CND (Certidão Negativa de Débitos) para que no cartório de registro se averbe a construção na matricula do terreno, finalizando assim a documentação da obra.
  15. Antes de comprar um terreno, é essencial consultar um arquiteto, pois ele poderá te orientar quanto às normas do loteamento e as características do terreno.

 

Como podemos ver o trabalho do arquiteto é bem mais amplo e complexo do que se pode imaginar, por isso, é sempre necessário à escolha de um profissional experiente, atencioso, idôneo e cadastrado no CAU (Conselho de Arquitetura e Urbanismo).

Agora você já sabe, sempre que pensar em construir ou reformar, solicite a ajuda de um arquiteto e desfrute de cada etapa sem dor de cabeça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *